24 de out de 2013

Truths and Lies- Capitulo 3/ A verdade mandou lembranças pra ti, Justin Drew Bieber.

 Fanfic / Fanfiction de Justin Bieber - Truths and Lies - Capítulo 6 - A verdade mandou lembranças pra ti, Justin Drew Bieber
“A minha vida inteira, eu nunca estive presente. Sou apenas um fantasma, fugindo do medo”.
-City of Angels, 30 seconds to mars.
P.O.V Justin
Bati a porta da casa. O silêncio percorria o local, eu só escutava o som de meus próprios passos.
-Selena!- gritei. Esperei alguns segundos e não obtive resposta.
Subi as escadas apressadamente. Mil pensamentos percorriam a minha cabeça, mas eles se cessaram quando cheguei ao último degrau, e dei um passo em falso, que fez eu quase bater a cara no chão.
Olhei em quase todos os cômodos. Só me restava o quarto do fim do corredor, onde eu e Selena dormimos.
A porta estava fechada. Girei a maçaneta fazendo com que a mesma se abrisse.
O ranger da porta, arrepiou-me.
Por incrível que pareça, Selena não estava no quarto. Ela sempre ficava lá quando eu saia!
Onde ela está agora?
Só de pensar nas repostas inconvenientes para a minha pergunta, me surgia um vazio.
Um vazio que só ela pode preencher.
Sentei na beira da cama. Sinto o cheiro dela percorrendo o quarto. Onde está você Selena?
Fiquei sentado ali por um longo tempo. Quando voltei novamente para o meu eu, para o mundo cruel e realista, me peguei olhando diretamente a foto do meu pai e seus amigos, mas percebi algo estranho atrás dela.
Um envelope verde!
Eu tinha 99% de certeza que a carta foi escrita por Selena. Peguei-a de cima da escrivaninha e comecei a ler.
“Justin,
Eu estou muito, muito confusa com tudo o que está acontecendo. Eu sei que eu prometi ficas sempre ao seu lado, e eu vou, mas... Eu preciso de um tempo.
Seu guardião, aliás, NOSSO guardião, me visitou. Ele me contou tudo, tudo sobre à casa assombrada, de certa forma, acho que ele me contou tudo. E Justin, eu estaria bem melhor se você tivesse me contado essa historia antes, antes de tudo sabe? Claro que eu te apoiaria, eu sempre te apoiei em tudo Justin! Porque mentes tanto para mim? Porque todos sempre têm algo a esconder de mim? Nós não somos como antes...
Enfim, vou visitar minha mãe.
Não vá atrás de mim.
Não vá!
-A VERDADE MANDOU LEMBRANÇAS PRA TI, JUSTIN DREW BIEBER.
Assinado: Selena Gomez.
Um arrepio percorre meu corpo.
Eu preciso ir até o aeroporto agora! Eu sei que ela disse para eu não ir atrás dela, mas é perigoso andar sozinho por ai quando me conhece.
Peguei as chaves de um antigo carro do meu pai, uma caminhonete vermelha, e sai.
O aeroporto ficava a uns 20 minutos de casa, mas eu- na velocidade que estava- demoraria mais ou menos uns 10.
O transito estava feio.
Enfim, eu havia acabado de chegar e meu celular começa a vibrar no meu bolso da calça preta larga que Selena me dera de aniversário.
-Alô- eu disse.
-Sr. Justin Drew Bieber?- a voz de uma moça falou na outra linha.
- Sim, eu mesmo.
-Sinto em dizer, mas... - ela fez uma pausa- a Sra. Selena Marie Gomez estava no vôo 0096 para o Texas, e o avião- ela pausou novamente- o avião caiu.
Deixei meu celular cair.
Meu celebro de merda estava demorando a decifrar aquelas palavras, eu estava completamente paralisado.
PORRA!
Bati forte no volante. Meus olhos estavam embaçados, não conseguia conter as lágrimas.
Percebi que a moça, que acho que deve ser a Comissária de Bordo, ainda estava na linha, gritando meu nome. Abaixei-me e peguei meu celular que estava no chão do carro.
-E-ELA M-M-ORREU?- gaguejei. As lágrimas não paravam de cair, simplesmente rolavam pelo meu rosto.
-Não. Os ferimentos dela são leves, mas de acordo com os médicos, ela deve ter batido a cabeça muito forte, dá para perceber pelo corte que está ao lado de seu olho esquerdo e ela está até agora inconsciente. – Ela pausou esperando que eu dissesse algo, mas permaneci quieto- Sinto muito Sr.Bieber.
 -Eu sei que sente. – eu disse seco- Onde ela está? Eu preciso vê-la.
-E é por isso que eu te liguei Sr.Bieber. - Puta que pariu, pare de me chamar de senhor e me fale logo onde ela está porra, pensei. – Ela está no Hospital Works Mankkonvish.
-Obrigada.
Desliguei o celular.
Apressado liguei o carro. As lágrimas ainda estavam lá. Dançando a dança da tristeza nele.
Dirigi a toda velocidade até o hospital. Cheguei lá e fui direto para a recepção.
-Eu sou o Justin Drew Bieber, namorado da Selena Marie Gomez. O avião dela caiu e eu preciso vê-la imediatamente.
-Espera aqui Sr.Bieber- disse uma mulher de cabelos louros, óculos grandes pretos e bem alta.
Eu me sentei na recepção, praticamente me sentindo um monstro, um fantasma, fugindo do medo. Eu estive todo esse tempo mentindo para a Selena. Ela não merece isso.
ELA NÃO MERECE.
CONTINUA.

1 comentários: